LOGO-InfoTruck-PNG-SemFundo-3

Comércio dos pneus de carga cresce no Brasil, apesar da COVID-19

Tempo de Leitura: 2 minutos

Venda de pneus para comerciais leves e de carga, entre lojistas e montadoras, superou marca de 16 milhões no ano passado, mesmo com entraves da pandemia

A venda no setor de pneus para veículos de carga obteve um crescimento de 10,6% em relação à 2020, acompanhando o ritmo dos veículos comerciais em 2021. Segundo dados da Anip (Associação Nacional das Fabricantes de Pneus), o Brasil registrou mais de 8 milhões de produtos, se somadas as vendas do mercado de reposição e montadoras em geral.

Segundo a associação, as vendas dos pneus para as montadoras atingiram a marca de 1,8 milhão de pneus em 2021, contra 1,5 milhão em 2020, proporcionando um aumento de mais de 23% no período. Já nas reposições, no ano passado foram comercializados mais de 6 milhões de pneus, e em 2020, 5,5 milhões, um aumento de mais de 7% no período de 12 meses.

Ainda segundo à ANIP, para comerciais leves as vendas totais se aproximaram dos 23%, ultrapassando os 8 milhões de compostos, contra 6,6 milhões no ano anterior. Este bom resultado é refletido nas altas tanto para o mercado de reposição, quanto para montadoras, com aumentos próximos à 18 e 33%, respectivamente. Por exemplo, as marcas venderam quase 3 milhões de pneus novos para montadoras em 2021, contra 2,2 milhões em 2020.

Vale ressaltar que estes resultados significativos são melhores até que em períodos pré-pandemia da COVID-19. Em 2019, um ano considerado excelente para o setor, o país registrou cerca de 7,4 milhões de produtos entregues, dessa forma, 2021 obteve um aumento de 8,7% em relação ao período.

Ainda pode-se destacar que, apesar do excelente ano de aumento nas vendas, a indústria tem sofrido com a escassez de borracha para fabricação de pneus, grande parte por conta dos empecilhos de logística causados pela pandemia. Também houve um significativo aumento na demanda, tanto interna quanto da China, que sofreu com a falta de matéria prima, tendo que comprar em maiores quantidades. Tal situação forçou a indústria à atrasar entregas ou, em alguns casos, entregar veículos sem estar prontos.

Fonte: Estadão, 28 de janeiro de 2022

InfoTruck

InfoTruck

Somos um veículo de informação do segmento de Transporte e Logística .

InfoTruck, sua rota da informação!