LOGO-InfoTruck-PNG-SemFundo-3

Confira lista com as melhores e as piores estradas do Brasil, segundo a CNT

Tempo de Leitura: 2 minutos

Segundo pesquisa, rodovias concessionadas têm melhores índices que as públicas; São Paulo domina as melhores

Mesmo sendo o principal meio de transporte de produtos pelo país, a malha viária brasileira vem sofrendo com a qualidade. A redução nos investimentos é um dos principais fatores para que aproximadamente 62% das rodovias nacionais estejam em situação regular ou inferior, de acordo com o Confederação Nacional do Transporte (CNT).

Segundo a pesquisa realizada pelo órgão, apenas 9,7% das estradas obtiveram nota máxima. Foram levados em conta três quesitos: pavimentação, qualidade de sinalização e geometria, que seriam avaliadas como ótimo, bom, regular, ruim ou péssimo.

Entre as melhores estradas, o estado de São Paulo se destaca, tendo as 10 melhores do país, sendo uma estadual (pública) e 9 de concessão privada. A primeira colocada foi a SP-302, Rodovia Euclides da Cunha, a única administrada pelo governo paulista. O estado mais populoso do país também se destaca na quantidade de rodovias consideradas ótimas, com mais de 47% das vias.

CNT/Reprodução

Já nas piores, todas são de administração pública. A última colocada, BR-163, em Santa Catarina é a única sob gestão federal. Todas as outras são de responsabilidades dos estados. A segunda posição também pertence à região sul, a RS-153, no Rio Grande do Sul.

Porém, destaca-se negativamente a quantidade de rodovias péssimas nas regiões norte e nordeste. Pernambuco, Acre, Amazonas, Maranhão e Bahia fecham a lista.

CNT/Reprodução

Quando se compara as gestões pública e privada a diferença fica ainda maior. Das rodovias geridas pelo governo, aproximadamente 72% estão em nível regular ou inferior, enquanto nas concedidas, este índice não chega a 26%, de acordo com a CNT.

InfoTruck

InfoTruck

Somos um veículo de informação do segmento de Transporte e Logística .

InfoTruck, sua rota da informação!