LOGO-InfoTruck-PNG-SemFundo-3

Confira dicas para economizar nos custos de seu caminhão

Tempo de Leitura: 2 minutos

Dicas para gerenciar os custos e aproveitar ao máximo o seu veículo

Uma boa gestão de frotas é sempre bastante complexa. E como parte disso, deve-se olhar também para a gestão dos veículos em si. Para que se possa aproveitar os lucros ao máximo e minimizar os gastos, uma série de fatores devem ser levados em conta. Por exemplo, os insumos ficando cada vez mais caros e combustíveis subindo a todo momento. Além disso, o frete que não acompanha a crescente dos preços.

Leia também: Posto sem frentista recebe autorização em SC

Assim, os pequenos transportadores são os mais prejudicados. Com lucros geralmente menores, diminuir os gastos sempre é a melhor saída. Por isso, trouxemos algumas dicas para reduzir os custos de seus caminhões.

Dicas: Aproveitar o que veículo dispõe

Muitas vezes, por falta de informação, os motoristas não aproveitam todos os recursos disponíveis pelo veículo. Os veículos modernos oferecem muito mais tecnologias. Estas, auxiliam bastante na dirigibilidade e controle de dados do veículo. Um exemplo é a telemetria. Alguns modelos possuem esta tecnologia, que contribui na análise de desempenho do caminhão. Dessa forma, com mais dados, fica mais fácil identificar e solucionar os problemas.

Manutenção preventiva

É como diz o ditado: “é melhor prevenir, do que remediar”. A manutenção preventiva é sempre melhor e mais barata do que esperar o problema maior acontecer. Uma quebra, um acidente, representam perdas bem maiores para a companhia.

Este é um ponto importante. Por vezes, o veículo pode ter algum problema imperceptível de funcionamento. Com isso, gera mais gastos de peças, combustíveis, pneus. Uma boa manutenção preventiva averigua todos os processos de funcionamento do caminhão, identificando e resolvendo o problema antes que haja um prejuízo bem maior.

Monitoramento da maneira de dirigir

O modo de dirigir impacta diretamente nos custos com o veículo. Alguns pontos são: desatenção do motorista, aceleração ou frenagem desnecessárias, direção agressiva, entre outros. Inspecionar a maneira como dirigem – e acima de tudo, treinar os condutores – é uma saída interessante. Além disso, a instalação de câmeras pode ser uma alternativa.

Por outro lado, alguns veículos já trazem essa tecnologia de análise de dados de direção. Assim, fica mais fácil entender onde está sendo o problema.

Jornada de direção

É fundamental que o motorista tenha sua jornada controlada. Segundo dados, após 12 horas de direção, a atenção do condutor cai pela metade. Desse modo, ficando mais suscetível a erros e acidentes. Uma jornada adequada, com intervalos e descansos programados, reduz os riscos. Isso vale para condutores autônomos, pequenas empresas e grandes frotas.

Dicas para os Pneus

Por fim, e não menos importante. Os pneus são dos itens mais caros de manutenção. Igualmente, são dos mais importantes no funcionamento do veículo. Um pneu descalibrado, além de gerar maiores gastos de combustível, pode causar acidente. Assim como um pneu desgastado.

Recapear o pneu uma vez, desde que a estrutura esteja boa pode ser uma alternativa de economia. Não é recomendado utilizar isso sempre, pois a qualidade vai se perdendo com o tempo. Dessa forma, poderia causar prejuízos ainda maiores. O popular “barato sair caro”.

Fonte: Aline Feltrin, Estradão, 09 de maio de 2022

InfoTruck

InfoTruck

Somos um veículo de informação do segmento de Transporte e Logística .

InfoTruck, sua rota da informação!